Resenha: Hebraico Bíblico, parte 1 (ou, como descobri que ainda não tínhamos inventado a roda…)

*Nota: para não reinventar a roda, copiei algumas coisas que já coloquei numa resenha um pouco mais formal que enviarei para a Fides Reformata. Mas essa resenha aqui no blog foi bem mais divertida de se escrever!

Algumas pessoas às vezes me perguntam, “Danillo, gostei das suas vídeo-aulas. Quando você vai publicar sua gramática de hebraico?”

Não é por preguiça, mas por desânimo, que não quero publicar mais uma gramática de hebraico. Não tenho muito interesse na multiplicação de gramáticas de línguas bíblicas. Em geral, minha resposta tem sido, “Pra quê? A roda já foi inventada e já existem várias gramáticas boas de hebraico em português, algumas delas traduzidas e outras até mesmo escritas por brasileiros. Não vejo necessidade de reinventar a roda. Mesmo que eu tenha algumas diferenças com essas gramáticas, é só usar a roda já inventada de uma forma um pouco mais eficiente. Não acho necessário escrever uma gramática nova.”

Continuar lendo “Resenha: Hebraico Bíblico, parte 1 (ou, como descobri que ainda não tínhamos inventado a roda…)”

Como usar o BibleWorks: buscas morfológicas

Existem vários softwares bíblicos muito úteis por aí. Dois dos principais softwares em uso no Brasil são BibleWorks e Logos. Como o Logos já tem várias dicas em vídeos e no seu blog em português aqui, achei que seria bom explicar algumas coisas básicas sobre o BibleWorks. (Aliás, o BibleWorks também tem vários vídeos explicativos, mas estão em inglês. Clique aqui para vê-los.)

BW10

Assim, hoje quero explicar como fazer uma busca morfológica simples no BibleWorks 10.

Continuar lendo “Como usar o BibleWorks: buscas morfológicas”

Interface de usuário do BibleWorks 10 disponibilizada em espanhol!

Olá Pessoal,

Acabei de voltar de uma conferência na qual conversei com os programadores do BibleWorks, e me disseram que sua interface de usuário agorá está disponível em espanhol. Sei que não é bem português, mas é bem mais acessível do que o inglês para alguns de nós, não é?

Se você já possui o BibleWorks, é fácil mudar a língua da interface de usuário. É só apertar no botão “View” e depois o botão “Change User Interface Language” como se vê abaixo. Você precisará fechar e reabrir o programa para efetuar as mudanças, mas isso não demora muito!

BW10_ComoMudarInterfacedeUsuário

Se você, como eu, gostaria de ver o BibleWorks com uma interface de usuário em português, envie um e-mail diretamente a eles. Os programadores que conheci me disseram que eles precisam avaliar o custo/benefício de traduzir a interface de usuário, e quanto mais petições receberem, mais considerarão a importância de traduzi-la.

É claro que o Logos já está disponível em português, mas na minha opinião, a capacidade bíblica (note: bíblica, não bibliotecária) do BibleWorks supera o Logos por um preço bem mais camarada (em comparação). Veja minha resenha do BW10 aqui.
BW9button10fps

Como escrever em hebraico cursivo!

Você sabia que o hebraico moderno tem uma escrita cursiva? Pois é! No seminário, aprendemos a escrita quadrática, isto é, a escrita que escribas antigos utilizavam, com algumas pequenas mudanças para adequá-la aos novos implementos que usamos (isso é, caneta e/ou lápis em vez de um estilete de borda larga). Mas sabe o quê? A escrita cursiva é mais fácil de se escrever!

Assim, hoje quero te ensinar como escrever hebraico em cursivo.

HebraicoEscriba.jpg
Escriba re-escrevendo um pergaminho em hebraico para mantê-lo kosher. Note que é necessário ter um estilete de borda larga como esse acima para escrever a forma quadrática corretamente.

Continuar lendo “Como escrever em hebraico cursivo!”

Novo Vídeo de Hebraico: Aplicação do Coortativo

Algum tempo atrás, recebi um e-mail de um leitor pedindo mais vídeos como a pequena aplicação do alfabeto hebraico que fiz logo na primeira unidade. Achei uma ótima ideia, e tentarei criar um vídeo assim por unidade. Decidi fazer os vídeos para acompanhar o estudo dos alunos do curso de hebraico bíblico do Mackenzie. Assim, não começarei na Unidade 2, mas na Unidade 13, e mais tarde voltarei às unidades anteriores.

O vídeo abaixo foi criado basicamente para mostrar a relevância de se aprender e compreender os volitivos (especialmente o coortativo) por si sós, quero dizer em hebraico, e não em função de uma tradução ao português.

Vocabulário: afinal das contas, como aprendo esse treco?! (8 dicas para aprender e reter vocabulário)

Acho que o título já explica o tema do nosso post hoje, não é? O aprendizado de outra língua depende quase que unicamente do nosso aprendizado e principalmente nossa retenção de novas palavras na mesma. Em outras palavras, não importa quão bem uma pessoa domina a gramática da língua se ela não consegue aplicar essa gramática a várias situações (frases, parágrafos, e demais textos).

Gingko Biloba – aparentemente, a planta pode ajudar a retenção da memória. Porém, não creio que existe comprovação científica para sustentar essa afirmação. Certamente uma das minhas 8 dicas não será “tome gingko biloba”!

Continuar lendo “Vocabulário: afinal das contas, como aprendo esse treco?! (8 dicas para aprender e reter vocabulário)”

Apresentando: Sefaria

Acabei de encontrar um recurso muito legal! Dê uma olhada:

Sefaria

Sefaria é um website em inglês e hebraico moderno que digitaliza, agrega e disponibiliza vários textos hebraicos, como o AT (Tanakh), Mishnah, Talmud, Midrash, Halakah, etc. O site foi criado em 2011 por judeus para preservar e disponibilizar seu patrimônio cultural de graça ao público.

O legal é que, mesmo sem ter um software bíblico, você pode fazer buscas por palavras ou frases específicas em todos esses textos, o que faz o site ainda mais útil. Não creio que seja possível fazer buscas morfológicas ou semânticas, mas mesmo assim é útil ver os comentários rabínicos, entre outras fontes de interpretação bíblica de fontes judaicas.

Sefaria

PS: Também criei mais um vídeo de Aramaico hoje, que cobre um pouco de vocabulário básico na língua. Clique aqui para assisti-lo!

Resenha: BibleWorks 10

BibleWorks10.jpg

Escrevi uma resenha há um tempo atrás do BibleWorks 10. Ela foi disponibilizada na internet recentemente. Baixe a resenha aqui. Basicamente, se você tem interesse nas linguagens originais da Bíblia e está procurando um software bíblico, recomendo o BibleWorks 10. Ele é um ótimo programa que uso semanalmente, se não diariamente!

Se você ainda não conhece a Fides Reformata, dê uma olhada nos seus artigos: http://cpaj.mackenzie.br/fidesreformata/artigos.php