De volta à terra dos vivos… e um pequeno estudo da palavra פֶּרֶשׁ

ELE ESTÁ VIVO!”
Frankenstein (1931)

Oi Pessoal!
Voltei à vida do blog! Sumi da internet por alguns meses por causa de várias coisas. Fizemos uma mudança internacional, minha filha teve um problema sério de saúde (graças a Deus ela está bem agora, mas ainda precisa de acompanhamento médico regular), começei um emprego novo (na verdade, três!), e, além de vários outros compromissos, resta-me ainda escrever um último capítulo para minha tese de doutorado. Portanto, espero que compreendam a queda em produção (ou ausência da mesma) nesses últimos meses!

Enfim… era só isso mesmo que eu queria dizer. Mas para não te deixar sem nenhum gostinho de “hebraico”, vai aqui um pedacinho de conhecimento hebraico com o qual me deparei alguns dias atrás…

Você sabe o que significa a palavra פֶּרֶשׁ em hebraico? Vai aqui uma dica:

Pois é… nós traduzimos como “excremento”. Descobri isso quando estava me preparando para fazer um estudo bíblico em Malaquias 2. Traduzi o texto de Malaquias 2.3, no qual achei estranho Deus dizer “esparramarei excremento nos vossos rostos” [minha tradução] aos sacerdotes. Afinal, qual é o propósito disso? É claro que Deus não estava fazendo birra de moleque (“vou jogar cocô no seu rosto!” Aliás, a tradução ARA parece dar essa ideia…). Nem parece ser um mero desprazer com os sacerdotes, pois certamente haveriam outras formas dele demonstrar seu desprazer ou a seriedade do pecado dos sacerdotes. De que serve então fazer uma coisa tão nojenta?

Para descobrir mais sobre isso, decidi fazer uma breve análise do lexema פֶּרֶשׁ. Sabe o que descobri? Que a palavra não significa excremento no sentido de cocô (para não usar uma palavra mais vulgar!), mas no sentido de refugo ou escória – aquelas partes, por exemplo, de um sacrifício que seriam não comestíveis. Abaixo coloquei todos os usos da palavra em contextos além do contexto de Malaquias:

  • Êx 29.14: “mas a carne do novilho, a pele e os excrementos, queimá-los-ás fora do arraial; é sacrifício pelo pecado.”
  • Lv 4.11-12: “Mas o couro do novilho, toda a sua carne, a cabeça, as pernas, as entranhas e o excremento, a saber, o novilho todo, levá-lo-á fora do arraial, a um lugar limpo, onde se lança a cinza, e o queimará sobre a lenha; será queimado onde se lança a cinza.”
  • Lv 8.17: “Mas o novilho com o seu couro, e a sua carne, e o seu excremento queimou fora do arraial, como o Senhor ordenara a Moisés.”
  • Lv 16.27: “[…] porém as suas peles, a sua carne e o seu excremento se queimarão.”
  • Nm 19.5: “À vista dele, será queimada a novilha; o couro, a carne, o sangue e o excremento, tudo se queimará.”

Portanto, voltando a Malaquias, quando ele diz, “eis que vos reprovarei a descendência, atirarei excremento ao vosso rosto, excremento dos vossos sacrifícios,* e para junto deste sereis levados” (Ml 2.3, ARA), o contexto não é de um moleque tentando revidar contra seu inimigo, mas de um Deus santo que está tão farto dos sacrifícios e ensinamentos hipócritas dos sacerdotes que Ele diz, “você é como essa porcaria que você me oferece. Portanto, junto com todo essas partes impuras do sacrifício, você será levado para fora do arraial para ser queimado.”

Vejam como o conhecimento do hebraico (e um bom software bíblico) nos guarda de muito excremento exegético!


*Aliás, não creio que a melhor tradução aqui seja “sacrifícios”, mas que Malaquias se referia às festas anuais no qual o povo viria a Jerusalém. A palavra em hebraico aqui é חַג, sempre utilisada para falar das festas religiosas dos Israelitas. Mas isso não impede que associemos a palavra פֶּרֶשׁ com as partes impuras de sacrifícios, já que esses sacrifícios faziam uma parte integral das festas anuais de Israel.

9 comentários sobre “De volta à terra dos vivos… e um pequeno estudo da palavra פֶּרֶשׁ

  1. Uma analise critica a respeito da palavra no que ela quer dizer pra quem foi escrita isso da uma visão a respeito do contexto Parabéns Danilo por sua disponibilidade de compartilha parte do seu conhecimento

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pr.Arnaldo Stellet

    Caro Danilo, suas explicações do referido texto, eliminou qualquer dúvida que pudesse pairar em nossas cabeças. Ótimo! Parabéns! Muito obrigado! Avante!

    Curtir

  3. Cecilia Dunga

    muito obrigada, por esse material que nos permite aprender mais e enriquece nosso conhecimento do idioma Hebraico. Deus continue contigo e te abençoe em todos teus projetos e sobre tua família, A paz de nosso Senhor abunde sobre vossa casa!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s